Histórico das Linguagens de Programação - Década de 1980

Histórico das Linguagens de Programação - Década de 1980

Esta página tem o resultado da pesquisa feita pelo aluno Lielson Pereira sobre o histórico das linguagens de programação da década de

Observações de Osvaldo em 26/04/2018: (retirar depois de ajustado)
Incluir no começo da página parágrafo de introdução explicando o que será tratado na página (visão geral do conteúdo).
Incluir ao final parágrafo relacionando o conteúdo da pesquisa com a disciplina de compiladores
Incluir as referências que foram usadas na pesquisa.
Em 30/04/2018: ajustes não realizados.

Ambientes para Programação


Conhecidos também como ambiente de programação integrado eles surgiram com o objetivo de auxiliar e tornar o desenvolvimento de uma determinada linguagem de programação um pouco mais simples, apoiando o desenvolvedor de diversas maneiras, desde a estruturação do código até corrigir erros de syntax, melhorando a produtividade e qualidade do que está sendo desenvolvido. Dentre as características os ambientes possuem:

Editor de código fonte para a linguagem que o ambiente suporta.
Depurador para auxiliar no processo de correção de defeitos do código.
Refatoração para tornar o código mais limpo.
Entre outros;

Exemplos de Ambientes de Programação:

  • Eclipse;
  • Netbeans;
  • Dev C;
  • Visual Studio e outros.
bloodshed-dev-c-22.jpg

C++


O C++ foi inicialmente desenvolvido na década de 80 por Bjarne Stroustrup com o objetivo de implementar uma versão distribuída do núcleo unix(sistema operacional). Em 83 a linguagem foi renomeada de “C with classes” para C++, que antes era implementada utilizando um pré processador e passou a ser utilizada com um Compilador próprio.
Foi pensada para ser tão eficiente quanto, porém com novas funções. Foi pensado para ter uma grande compatibilidade com a linguagem C, por isso os códigos são transferidos facilmente, e não é necessário um ambiente de desenvolvimento robusto para o desenvolvimento nesta linguagem.

Características:

  • Linguagem fortemente tipada;
  • Suporta vários paradigmas;
  • Foi pensado para ser utilizado mesmo sem um ambiente de desenvolvimento robusto.
#include <iostream>

using namespace std;

int main ()
{
  cout << "Olá mundo!"; 
  return 0;
}

Delphi


Delphi

A linguagem de programação Delphi teve seu início na década de 70 quando foi lançada a linguagem procedural pascal, e posteriormente em 93 iniciou-se um um projeto para desenvolvimento de aplicações visuais para o windows utilizando a linguagem object pascal que foi batizado com nome de Delphi que teve como “pai” o arquiteto de software Delphi foi Anders Heilsberg.
Desde o início a linguagem veio revolucionando e se tornando pioneira na época no que se diz respeito a conexão com banco de dados, orientação a objeto e desenvolvimento rápido.

  • Delphi 2 coincidiu com o lançamento do windows 95 e o desenvolvimento 32 bits;
  • Delphi 3 mais uma vez foi pioneira em ter suporte a aplicações multicamadas;
  • Delphi 4 trouxe suporte aos mais recentes padrões de projeto da época como CORBA, Activex/Active Forms entre outros;
  • Delphi 5 trouxe suporte a manipulação fácil de Arquivos XML;
  • Delphi 6 iniciou o suporte a webservices e nasceu o Kylix que foi a primeira ferramenta de desenvolvimento rápido para linux
  • Delphi 7 teve seus primeiros passos ao suporte a nova plataforma que estava surgindo, o .net;
  • Delphi 8 suportava somente aplicações .net e seu ambiente foi drasticamente reformulado.

No Delphi em 2006 em diante foi mudado completamente a forma de desenvolvimento e foi liberado pela CodeGear o ambiente de desenvolvimento shell para as outras linguagens e começou a disponibilizar o Delphi Prism. O que dividiu a comunidade ao utilizar o delphi utilizando o ambiente Visual Studio.

program HelloWorld;

{$APPTYPE CONSOLE}

uses
    SysUtils;

begin 
    writeln('Olá Mundo');
    readln;
end.

Clipper


É um compilador 16 bits linguagem XBase para Dos que foi criada em 1984 com o objetivo de ser um gerenciador de banco de dados. É uma derivação do compilador da Clipper Summer que foi adquirida pela Computer Associates, na versão 5.3b foi implementado uma interface gráfica compatível com Ms-Windows 3.11. Na época os compiladores, geravam executáveis extremamentes performáticos e compactos para a época, no seu tempo era uma das ferramentas de programação mais versáteis que possibilitava a criação de sistemas integrados e com interface visual pouco amigável;

Características:

  • Pré processador de código fonte;
  • Ide gráfica(necessário Ms-windows);
  • Suporte a Mouse;
  • Geração de executáveis;
  • Entre outros;
#include <stdio.h>

main(){
    printf("Olá Mundo");
    getch();
}

Html


Html significa “HyperText Markup Language” que é uma linguagem de marcação de hipertexto que tem como aplicação a criação de páginas online de aplicações web e juntamente com css e javascript foram as principais tecnologias para a World Wide Web. O criador do Html original foi físico britânico Tim Berners Lee que utilizou uma estação Nextcube com o ambiente NextStep. As primeiras versões do html não vieram com regras bem definidas, o que facilitou a utilização até mesmo para as pessoas que não tinham muita familiaridade com publicações web.
Na década de 90 foram definidas especificações mais formais inspiradas nas primeiras propostas do físico ao criar a linguagem. Apos o amadurecimento a ferramenta ela se tornou uma norma internacional (ISO/IEC 15445:2000) em 2000. Já nos anos de 2002 a 2006 o html teve seu foco de desenvolvimento no refinamento da sua syntax e evoluindo-o para a especificação XHTML que é o sucessor do HTML, que tem como base o xml tornando a syntax mais rigorosa e menos ambígua.

<!DOCTYPE html>
<html>
    <head>
       <title>Meu site</title>
    </head>
    <body>
       <p>Olá Mundo!</p>
    </body>
</html>
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License